Comunicar é Preciso.

27 de abril de 2012 § Deixe um comentário

Eu não sei se isso é antigo ou não, mas li outro dia uma teoria curiosa:

Você sabe por que carros possuem freios?

É, para frear. Essa é a primeira resposta que vem à cabeça. A automática. Pronta e moldada.

Mas essa deveria ser a segunda opção.

Carros possuem freios para que nós possamos correr. Se não tivéssemos como parar um carro (subitamente ou não), andaríamos todos muito devagar para evitar acidentes.

Pode não ser a coisa mais genial que você ouviu nos últimos tempos. Certamente alguns dos seus retuites já mereceram este crédito nesta semana. Mas este não é o ponto.

O negócio é o seguinte: disse que sua primeira resposta deveria ser a segunda. Mas minha nova primeira opção de resposta veio de uma nova pergunta:

freios são utilizados em que situações?
Quando estamos diante de um sinal fechado, quando estamos em alta veloc… OPA!

Por meio de outra pergunta concluí uma resposta mais interessante para a pergunta original.

Eu sei, você já leu em todos os livros de publicidade e comunicação que é preciso olhar qualquer situação por pontos de vista diferentes, pesquisar outras soluções, sair dos vícios.

Não tenho dúvidas de que este é o caminho. Mas eu acredito que todas essas alternativas, além de representarem uma segunda fase de um processo, criam uma ansiedade por encontrar sempre a resposta correta olhando sempre a mesma pergunta.

POR QUE UM CARRO TEM FREIOS?
-> Novas possibilidades (respostas?)
-> Pesquisas sobre carros (respostas?)
-> Outro ponto de vista (respostas?)
-> Novas soluções (respostas?)

Vivemos todos os dias ansiosos demais. O email importante que não chega; o trabalho que eu não consigo mudar; o sábado que não tem programação definida… e deixe sua ansiedade alocada aí.

Se você tem uma questão/problema para resolver, seja prudente, calmo o bastante para pensar em outras perguntas, que te levem a outras respostas.

POR QUE CARROS POSSUEM FREIOS?
-> Como um freio funciona? (pesquisa)
-> Quais situações faz um carro frear? (outros pontos de vista)
-> E se um carro não freasse? (novas possibilidades)
-> Existem outras maneiras de parar um carro? (novas soluções)

UFA, agora sim!

Tempo e espaço para

esquematizar
perguntar
responder
ponderar
solucionar

É a minha percepção.

Comunicar dá trabalho. É arte. Não é ciência exata. Não combina com pressa, muito menos ansiedade. O dia a dia no trabalho é cruel, o tempo é curto e estamos sempre apertados (no prazo, na mesa) e isso é uma pena, mas se nos condicionarmos a pensar deste jeito (perguntando), chega uma hora em que o negócio flui sem entravas.

Meu ponto é: além de ser criativo e mais inteligente em suas respostas, trate a comunicação como um saber. Comunicar é difícil. Dê valor, arregace as mangas e se proponha a torrar a cabeça “comunicativamente”

Para resolver um problema de comunicação, comunique-se.

É minha bandeira: Comunicar é preciso (sim, assim como Navegar é Preciso e Viver Não é Preciso).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Comunicar é Preciso. no Canto da Reitch.

Meta

%d blogueiros gostam disto: